Indicação de autoria de Josiel Queiroz pede convênio com FIEMG para realização de cursos em Goianá

por Assessoria de Comunicação - Texto: Patrícia Lanini — publicado 30/10/2017 21h50, última modificação 30/10/2017 22h41

Josiel pede cursos para a populaçãoO atual presidente da Câmara, Josiel Queiroz (DEM), apresentou no plenário indicação 128 pedindo a realização de convênio entre o município e o Sistema FIEMG a fim de que sejam oferecidos cursos de qualificação e de aperfeiçoamento à população goianaense. O pedido, que foi aprovado por unanimidade, cita cursos como Mecânica, Informática, Eletrônica, Metalurgia, Carpintaria, Panificação, Construção Civil, Ferrovia, Automação Industrial, entre outros. Josiel Queiroz apresentou ainda, requerimento endereçado ao deputado federal Tenente Lúcio, pedindo que sejam destinadas duas academias ao ar livre e uma ambulância a Goianá.

O vereador Paulo Pelinha (PR) apresentou requerimento pedindo a construção de quebra-molas na rua Maria Aparecida de Assim, no bairro Castelo, nas proximidades do número 50. Durante a palavra-livre ele explicou que um animal foi vítima de atropelamento e morte no local e há o risco de pessoas também serem atropeladas.

O vereador Luís Cláudio apresentou Projeto de Lei 033 que dispõe sobre a proibição de queimadas nas vias públicas e nos imóveis urbanos no município de Goianá. O Projeto foi encaminhado à Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final para emissão de parecer e será votado nas próximas reuniões, conforme trâmite regimental.

Durante a palavra-livre, o presidente da Câmara Josiel Queiroz fez convocação verbal ao secretário de saúde Lúcio Alvim para que compareça à reunião da Câmara a fim de esclarecer reclamações da população sobre o uso da ambulância. O Secretário deve comparecer à reunião que acontecerá no próximo dia 6 de novembro.

Luís Cláudio anunciou que no dia seguinte seria realizada audiência pública na Câmara de Juiz de Fora com o objetivo de debater a reabertura do serviço de urgência e emergência do Hospital João Penido, localizado no bairro Grama, cujo atendimento de porta foi interrompido no ano de 2014. Desta forma, participaram da audiência pública os vereadores Luís Cláudio, Geraldo Célio e Serginho dos Dias. 

error while rendering plone.comments